STRATASYS E SENAI CETIQ IMPRIMEM EM 3D COLEÇÃO DE MODA


SENAI CETIQ PROPÕE NOVOS CAMINHOS PARA A MODA COM COLEÇÃO IMPRESSA EM 3D

Objetivo foi destacar as possibilidades da Indústria 4.0 na evolução do projeto e fabricação de roupas

São Paulo, Brasil A Stratasys (NASDAQ: SSYS) está ajudando o SENAI CETIQT, do Rio de Janeiro, a propor novos caminhos para o desenvolvimento do mercado da moda, ao permitir possibilidades inéditas para a criação de peças do vestuário, calçados, joias e acessórios por meio da impressão 3D. A impressora 3D Stratasys J750, que equipa o Fashion Lab, laboratório para profissionais e estudantes de moda, foi utilizada na criação de peças da coleção Neogênese, apresentadas durante o desfile Estilo Moda Pernambuco, realizado em julho em Santa Cruz do Capiparibe.

Cleber Lima da Silva, designer responsável pelo projeto das peças, explica que a coleção Neogênese foi inspirada na busca por novos modos de projetar e fabricar produtos de moda, tendo a tecnologia como facilitadora dessa disrupção. "A impressão 3D foi uma técnica fundamental na materialização desta conexão entre o usuário e os produtos da coleção, promovendo o compartilhamento do processo criativo", diz ele.

As peças impressas em 3D foram alças e a parte de frente de um maiô, além de um colar, bolsos e golas. A fabricação dos itens, realizada pela tecnologia PolyJet, levou três dias, sendo a maior impressa em oito horas, e a menor, em quatro horas. Foram usadas misturas dos materiais AgilusClear, um fotopolímero com características semelhantes àquelas da borracha, e VeroBlack, polímero de cor preta opaca que requer pouquíssimo pós-processamento.

"Este foi um trabalho experimental. O próximo passo será realizar testes imprimindo peças em 3D sobre tecido, para assegurar maior resistência", explica Bernardo Barbosa, consultor do SENAI CETIQT responsável pelo Fashion Lab. Ele comenta que haveria como alternativa fabricar as peças em uma máquina de corte a laser, com material emborrachado. "No entanto, a gravação para conferir relevo às peças danificaria o material. Então optamos por imprimir em 3D as peças, em razão da precisão e qualidade de acabamento", afirma.

Barbosa diz que o uso da impressora 3D também é fundamental para o desenvolvimento mais assertivo de projetos de modelagem tridimensional. "Quando tratamos da elaboração de projetos de design programados sob a ótica da sustentabilidade, em toda sua concepção, o desenvolvimento em 3D possibilita validação de modelos com muito mais precisão e repetibilidade, evitando o desenvolvimento em grandes quantidades de protótipos", diz.

Bernardo afirma que a ação está alinhada com o os objetivos da criação do Fashion Lab, que foi pensado como um espaço de experimentação para a indústria da moda, sendo seu propósito instigar os profissionais a testarem conceitos inovadores no processo de desenvolvimento de novos negócios e produtos. "O Cleber já buscava criar peças por impressão 3D por conta da possibilidade de personalização e integração de novas tecnologias a processos tradicionais de manufatura", comenta o consultor.

"A decisão de abordar pontos instrumentais da indústria 4.0 como balizadores do conceito da coleção surgiu da necessidade de lançar luz sobre questões importantes para o segmento, como a revisão do modo como projetamos e fazemos roupas", explica Silva. Ele diz que com o uso da impressora 3D na produção das peças da coleção, foram propostas novas formas de construir desejo por meio da roupa, evitando desperdícios e, consequentemente, abordando a customização industrial como alternativa para construção de uma moda mais consciente.

"Podemos ver com esta ação que a impressão 3D representa um enorme campo de possibilidades e inovação para a indústria da moda. Este é o momento exato da realização de experimentações, que ajudam a evoluir o mercado e conscientizar toda uma nova geração de estudantes sobre as possibilidades das tecnologias da Quarta Revolução Industrial, a Indústria 4.0", conclui Anderson Soares, Territory Manager da Stratasys no Brasil.
 
 
Legendas das imagens
Fotos de 1 a 3 – colar impresso em 3D
Foto 4 – alças impressas em 3D

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Converter JPG para STL grátis

Tutorial sobre G-Code - parte 1

Como calcular o preço por serviços de impressão 3D