7/31/2019

Curso Fundamentos da Impressão 3D - Assescom MakerClub

Curso de dois dias, 18 horas de muito conteúdo!

Clique para comprar
- capacidade de prestação de serviços e orientação perfeita à impressão 3D;
- modelagem rápida, utilizando softwares acessórios para gerar bons arquivos 3D;
- conhecimento dos processos de impressão 3D com seus prós e contras;
Nesse curso vamos utilizar: MakerBot Desktop, MeshMixer, 3DBuilder, 3DScan, Face2Print, Lithophanes,
TinkerCAD e SolidWorks Apps for Kids.

GRADE DO CURSO:


A Revolução e os Fundamentos 
- Indústria 4.0; 
- Compreendendo a impressão FDM; 
- Diferençaa entre resolução e acurácia; 
-- Raft, 
-- Suporte, 
-- Pontes, 
-- Preenchimento, 
-- Contornos, 
-- O arquivo STL, 
-- Fatiadores, 
-- Resolução de problemas, 
-- Propriedades Mecânicas das peças impressas, 
-- Anisotropia, Higroscopia, Sublimação e GlassMelting Point, 
- Aplicações da impressão 3D; 
-- Prototipagem Rápida; 
-- Manufatura Aditiva; 
-- Medicina; 
-- Educação; 
-- Rota2030 e BNCC; 
-- Quando usar diferentes resoluções com base nas aplicações,

Técnicas de edição 3D 
- 3DBuilder; 
-- 2D para 3D' 
-- Reparar arquivos 
-- Unir/Separar arquivos 
-- Preparar impressão; 
- PICSVG 
- TinkerCAD; 
- Self 2 3D; 
- Lithophanes; 
- Scanner3D; 
- MeshMixer 
-- Novos Tipos de Suporte; 
-- Reparar arquivos; 
-- Modelar Arquivos; 
-- Arquivos Voronoi 
- Modelagem para Impressão 3D; 
-- Usando o TinkerCAD para produzir peças já montadas e articuladas; 
-- MESCRAI, Bi-Associação, Análise Morfológica, Criação de produtos; 
- Casos de sucesso;

Indo além da impressão 3D 
-- Outros polímeros e suas características de impressão 3D; 
-- Outras tecnologias de impressão 3D 
-- LOM, SLA, SLS, EBM, DMT, FFF, 
- Thingiverse, MyMiniFactory, Yoggy, - vendendo arquivos 3D 
- Dicas de Acabamento 
-- Montagens; 
-- 6 formas de união homologadas 
-- Balanceamento entre grau de ancoragem vs distorção dimensional; 
-- Produzindo Moldes e matrizes por impressão 3D;

Almoço não Incluso, o treinamento oferece 2 pausas de café, apostilas e tudo que os alunos imprimirem ao
longo do curso. com certificado.
Curso Impressora 3D

Nós Ministramos cursos e palestras sobre impressão 3D, indústria 4.0, desenho para impressão 3D, fundamentos da impressão 3D, educação STEAM e STEM como nova ferramenta educacional para o futuro.

Curso apropriado para Empresas Grande, Médio e Pequeno Porte, que queiram investir com Impressoras 3D mas, que precisam de Base de Conhecimento para estar utilizando estas Impressoras.

Aproveite o momento de crescimento da Indústria 4.0 com Impressoras 3D

Imagine. Crie. Inove

7/11/2019

VM 3D HOME 200 - impressora nacional



A VM3D não nasceu de mais uma garagem querendo fabricar no Brasil modelos open-source de impressoras 3D. Ela nasceu de uma indústria já estabelecida, que produz maquinas para fabricação de embalagens e enlatamento de produtos e que, para auxiliar sua produção interna, buscou na impressão 3D, um aliado.

Com o tempo, as máquinas baratas e chinesas não deram conta da expectativa de precisão e acabamento, e assim, o que era uma operação de resgate ao capital investido naquelas pequenas impressoras, acabou por se tornar um desenvolvimento quase do zero da impressora 3D ideal para eles.

Logo, seus clientes, funcionários, familiares queriam a dita máquina, que nem nome tinha, mas era fruto da família Moreno, dona da Indústria de Máquinas Moreno e da Chaparrau acessórios de papelaria e escritório, e como um filho da família, também se chamaria Moreno, VM3D.

A Home200, como o nome sugere, tem um volume de impressão de 200x200x200mm, ou seja, 8 litros, é uma impressora bowden cartesiana, e extremamente versátil, rápida e silenciosa, um primor de desenvolvimento, e que abriu caminho para a chegada de sua irmã maior, a PRO300, com 300x300x300, CoreXY e Direct Drive!

Essas duas impressoras podem ser adquiridas hoje, por intermédio da distribuidora Alcateia, e podem ser vistas tanto na fábrica das impressoras em Várzea Paulista, região de Jundiaí/SP, e em breve também, no ShowRoom da Alcateia.

Até lá, se deslumbre um pouco mais com esse equipamento fantástico, que podem ser encontrado por 6.500 e 16.500 reais, respectivamente:




Firmware Marlin, interface de controle na impressora em português, cabinada em acrílico, mesa aquecida, suporte para material em bolsos aquecidos dentro da máquina, diversas opções de cores, tampa superior de acesso.


7/10/2019

FEI BAJA INOVA COM IMPRESSÃO 3D EM SEU VEÍCULO DE COMPETIÇÃO


FEI BAJA INOVA COM IMPRESSÃO 3D EM SEU VEÍCULO DE COMPETIÇÃO
OFF ROAD

Quatro vezes campeã mundial, equipe formada por estudantes universitários brasileiros utiliza tecnologia da Stratasys para cortar custos e obter peças mais leves

São Paulo, Brasil A Stratasys (NASDAQ: SSYS) está auxiliando a equipe universitária de automobilismo FEI Baja a manter a liderança na Baja SAE Series, competição de veículos off-road desenvolvidos por estudantes universitários de graduação. Por meio da parceria, a Stratasys está imprimindo itens funcionais para o veículo MBF-38 da equipe, que será utilizado na Etapa Sudeste da versão nacional da competição, a Baja SAE Brasil, em agosto.

A equipe FEI Baja é tetracampeã mundial da categoria (2004, 2007, 2008 e 2014) e octacampeã da Baja SAE Brasil, nos anos de 2001, 2002, 2005, 2007, 2009, 2010, 2011 e 2016. Ela é formada por alunos de Engenharia Mecânica, Produção, Materiais, Elétrica e de Automação e Controle da Faculdade.

As peças impressas por meio da parceria são o invólucro do painel e empunhaduras para o volante. "Essas peças foram escolhidas por apresentarem tamanho relativamente pequeno e não sofrerem grandes solicitações mecânicas", explica Magno Santos, integrante da FEI Baja.

As peças estão sendo fabricadas em uma impressora 3D Stratasys F170, em ASA, por sugestão da própria Stratasys. "Este material se adequa perfeitamente ao propósito das peças. Ele possui excepcional estabilidade UV, não se degrada com uso prolongado em ambientes externos e é estável e muito durável. São requisitos muito importantes para qualquer carro que enfrente as condições de uma competição como a Baja SAE Series", explica Anderson Soares, Territory Manager da Stratasys para o Brasil.

O carro deverá estar pronto no final de julho ou início de agosto, quando a equipe planeja finalizar a montagem da estrutura e o acabamento. No momento, ele está sendo testado em uma pista localizada na própria FEI.

Santos explica que caso não houvesse a possibilidade do uso da impressão 3D, as peças teriam de ser usinadas, o que representaria custos maiores com materiais, ferramental e processos de fabricação, encarecendo a fabricação do veículo.

Santos também destaca os benefícios das peças impressas. "A impressão 3D é vantajosa, pois proporciona a manufatura de peças das mais variadas geometrias em materiais de baixa densidade. Se fossem fabricadas pelos métodos convencionais, as peças teriam maior massa, pois a densidade de materiais metálicos é geralmente de três a 10 vezes maior que a dos polímeros utilizados para impressão 3D", explica.

Competição Baja SAE
A competição Baja SAE foi criada pela SAE International, uma das principais organizações de normas e padrões relativas aos setores automotivo e aeroespacial em todo o mundo, que reúne cerca de 138 mil engenheiros especializados no mercado automotivo. A primeira edição foi realizada nos 70, e acontece anualmente nos Estados Unidos.

Já a primeira edição da Baja SAE Brasil foi promovida em 1995, em São Paulo, e dá a seu vencedor o direito de disputar a Baja SAE internacional. Além da corrida nacional, o Brasil também conta com competições regionais, nomeadas de Etapa Sul, Etapa Sudeste e Etapa Nordeste, que não são complementares.

Figura 1 – Item do painel do veículo MBF-38, impresso em 3D



Figura 2 – Veículo da FEI Baja desenvolvido para a edição nacional da Baja SAE Brasil

Contato

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *