FIEC leva carro impresso em 3D para Abu Dahbi


O trabalho com a FIEC começou em 2016, pela LWT Sistemas, quando o marketing da empresa cedeu algumas horas da Fortus 250mc para imprimir um carro radio controlado à Federação Indaiatubana de Ciência e Cultura. Foram 60 horas de impressão e 700 gramas de entre um pouco de ABS e muito suporte, para fazer o carro, com pouco mais de 300 milímetros de uma só vez. O carro foi para a final no exterior e foi um barato ter feito esse trabalho. Mas foi isso. Mandamos imprimir, e acabou.

Em 2017, o mesmo marketing da LWT Sistemas me procura, sabendo que sou consultor para a MakerBot, para saber se eu poderia ajuda-los, pois eles não tinham a mesma máquina disponível no intervalo necessário à FIEC. Eu não poderia, não tinha também máquinas da MakerBot disponíveis no Brasil, e embora eu pudesse fazer no escritório de Nova York ou do México, provavelmente a peça impressa ficaria em Curitiba, retida pela receita, pois seria bonita, e plástica e alguém ia querer ficar com ela. Não tinha jeito de que eu pudesse ajudar. Mas, assim como uma andorinha só não faz verão, eu também não estava sozinho, tinha a comunidade de alunos do meu curso, de Impressão 3D Fundamentos, a quem eu poderia recorrer.

O carro de 2017 da FIEC é bonitão, mas era ainda maior que o carrinho de 2016, incapaz de que uma pessoa só o fizesse, não sem gastar muito suporte, para preencher os vazios da bolha do carro. Junto ao grupo de alunos, consegui quatro importantes voluntários, três que fariam o trabalho grátis, e a 3DProcer, fabricante brasileira de filamento e impressoras 3D, que forneceria o filamento gratuitamente. O projeto ganhava forma.

O primeiro passo, foi dividir o modelo, de forma semelhante à sua montagem nas montadoras, a FIEC teria o chassi, com a eletrônica do carrinho, rodas, eixos e toda a base. A bolha, foi dividida para a Delta Informática, revenda MakerBot pertencente ao João Alexandre, em Santo Amaro, São Paulo; DS3D, do Douglas Simão, de Lorena - SP e um bureau de serviços de impressão 3D especializado em próteses e órteses; a Criativy3D, do casal Valdirene e Washington, um outro bureau de impressão 3D, e claro, a 3DProcer, que como já falamos, entrou com o material grátis.


João Alexandre, da Delta e Douglas, da DS3D
Da minha parte, utilizei o 3DBuilder, do Windows 10, para repartir o modelo original entre laterais, capô dianteiro e traseiro, e teto, e fiz a montagem das peças impressas, que cada um dos patrocinadores saiu de sua cidade de origem e, pacientemente foram ao ponto mais distante possível da cidade de São Paulo, o SENAI Suíço atrás do Hotel Transamérica, naquele ponto que a Marginal Pinheiros tem as duas pistas do mesmo lado do rio, o sentido de ida e volta...

Quero adicionar que o 3DBuilder foi essencial em repartir os arquivos, pois a matemática do mesmo, ainda que perfeita visualmente, por razões que nunca ficaram claras, não estava partindo nem com o MeshMixer, nem com o Magics da Materialise, enquanto o 3D Builder simplesmente ignorou qualquer erro e realizou o particionamento com perfeição.

Repartido, o carrinho caiu de 70 horas para 24, e o material consumido de quase 1Kg, para 300 gramas, e o resultado pode ser visto à cima.

A montagem foi feita por abrasão de um segmento do mesmo filamento de PLA no qual o carro foi impresso, usando uma dremel como ferramenta de giro e o filamento no lugar da broca, o processo tende a dar menor ancoragem na união, mas como produz menos calor que uma caneta 3D, tem menor chance de criar deformações na geometria desejada, e ainda é muito superior à colas tradicionais.


Por fim, a FIEC venceu em quase todas as categorias no nacional, e em Abu Dahbi ganhou o prêmio de carro mais forte dentre os competidores, trazendo o prêmio internacional para o Brasil! Quando à mim, fico feliz de ver o voluntariado e a força de vontade de cada um dos que nos apoiaram, fico feliz com o pouco que pude contribuir, e tenho esperança, e 2018, eu e nossa comunidade de alunos empreendedores, inovadores, e phoddas para caralllleo, possamos ajudar mais uma vez a FIEC!

Obrigado.

Para saber mais: http://www.fiec.com.br/v7/paginas/noticias/44/1570

Postagens mais visitadas deste blog

Converter JPG para STL grátis

Tutorial sobre G-Code - parte 1

Como calcular o preço por serviços de impressão 3D