11/10/2012

3D Humor: até tú, Dilbert???


Eu tento ser engraçado, mas é impossível competir com profissionais, confira esta tirinha brilhante do Dilbert, sobre impressoras 3D!

Dica do Twitter dos feras: https://twitter.com/Build3dprinter

11/09/2012

Sexta-Case: Sapatos 3D


Como já vimos, as impressoras 3D estão dominando o mercado da Moda, numa explosão tão acelerada quanto a queda de preços que os processos e máquinas vêm sofrendo. Enquanto a indústria mecânica parece haver explorado o máximo destas tecnologias, afinal foi uma das pioneiras, os novos materiais flexíveis permitem hoje uma aplicação direta da impressora ao consumo, e convenhamos, não há mercado mais dinâmico que o da moda para criações.

O grande problema, é que enquanto carros são feitos para produzir por 4 anos, com um facelift a cada dois anos, a moda foi feita para durar 6 meses, com uma nova moda a cada par de estações.

A Continuum vem sendo uma das pioneiras nesta indústria, onde já falamos neste mesmo blog, sobre como eles criaram biquínis personalizados, agora nos surpreendem com sapatos feitos personalizados e milimetricamente precisos para cada cliente.

A Continuum utiliza processos de impressão com plásticos ABS e ABS-Like, onde pode-se obter a máxima resistência, necessária para criar os complexos formatos que utiliza.

Em suas coleções, os clientes ainda podem selecionar as cores e os acessórios que gostariam em seus sapatos personalizados.

Como diz aquela pessoa que acaba de acordar no ônibus, "A que ponto nós chegamos?". Bom final de semana a todos.

11/08/2012

Imprima sua própria casa, em escala 1: - CC


Em uma apresentação brilhante, Behrokh Khoshnevis, apresenta sua tecnologia de impressão 3D, chamada, Contour Crafting, ou Construção de contornos, e esta tecnologia nasce de uma missão particularmente nobre, criar casas, rápidas e baratas, para as massas carentes.

Aliás, devo dizer, trata-se de Dr. Behrokh Khoshnevis, pois ele é professor de Engenharia de Sistemas e Indústrias e é chefe da cadeira de engenharia de manufatura na University of Southerm California (USC).

Mas alguém pode se perguntar, é realmente possível imprimir uma casa, em escala 1:1? Aparentemente, agora é!

A impressora funciona como os processos FOSS, com algumas diferenças significativas. Enquanto no processo FOSS, que já vimos, um filamento plástico é tracionado por um cabeçote que o aquece ao ponto de plasma para então depositar, camada por camada, o desenho 3D, o processo Contour Crafting (CC) se baseia em depositar cimento. Isto mesmo.

Com esta tecnologia, uma casa modesta, de quarta, sala cozinha e banheiro, pode ser feita em apenas 24 horas! Um tempo sem precedentes como diz o próprio apresentador. Quando pensamos em imprimir casas, seguramente muitos se perguntam, e como levar a casa até o lugar dela depois? Pois estamos acostumados a retirar as peças impressas da impressora, mas neste caso, tiraríamos a impressora do terreno da casa, uma impressora, aliás, simples e muito eficiente.

Fonte do artigo: http://stockerblog.blogspot.com.br/2012/08/made-2500-sq-ft-house-in-20-hours-with.html

11/07/2012

Tecnologias: SLS



Esta é uma tecnologia que utiliza um poderoso canhão laser, como o dióxido-carbônico, para fundir pequenas partículas de termoplásticos, metais (sinterização direta por laser em metal), cerâmicas ou vidros, para obter o objeto 3D desejado. O laser de forma seletiva funde as partículas conforme um desenho CAD 3D fatiado em camadas por um software proprietário.

Como neste método, a densidade final do objeto 3D depende mais do pico da rajada laser que da continuidade do mesmo, uma máquina típica de tecnologia SLS utiliza canhão de pulso laser. A máquina pré-aquece o cilindro de materiais para tornar mais fácil o trabalho do laser de sinterizar as áreas desejadas.

Algumas máquinas utilizam um pó de um só material, contudo, muitas das máquinas de SLS podem utilizar dois materiais diferentes, geralmente um composto.

Os envelopes de construção podem ser de até 381 x 330 x 457 mm, e suas deficiências estão no acabamento superficial do produto, sempre muito áspero e no preço do equipamento e do canhão laser. O material também é bastante caro, devido a sua natureza específica de aplicação e preparo para estas máquinas.

Especificações técnicas para tecnologia SLS de Prototipagem:

Envelope de contrução/Build envelope:
Sinterstation HiQ: 14" x 12" x 17"
Sinterstation Pro: 22" x 22" x 30"
The recommended thickness of metal parts varies by process
Layer thickness: 0.004" or 0.006"
Typical Tolerances: ±0.007" (varies based on selective laser sintering material selection)

11/06/2012

Tecnologias: SLA



A SLA – StereoLitography Aparatus , é uma tecnologia desenvolvida pela 3D Systems, para manufatura aditiva. Seu processo se baseia na combinação de uma resina fotossensível e um canhão laser para a construção dos modelos. Em cada camada, um disparo laser traça uma seção da peça, onde a exposição desta resina ao laser a faz entrar em processo de cura, solidificando o trajeto que o laser toca.

Após um padrão ser estabelecido, a plataforma da SLA desce a medida exata de uma nova camada, normalmente de 0,05mm a 0,15mm, então, a resina que se acumula abaixo deste pistão é pressionada para cima, cobrindo a parte recentemente curada pelo laser e o processo do desenho à laser sobre este novo material se repete, até que pelo empilhamento das camadas curadas, se obtém a réplica 3D do objeto do Software CAD.

Como se pode observar no desenho ao lado, superfícies que ficariam “no ar” são apoiadas pela própria resina acumulada e não curada, ao longo do desenho das camadas, formando a “mesa de suporte” para um plano que faça o fechamento do sólido com espaços ocos em seu interior.

Vantagens e Desvantagens:

A Estereolitografia possui muitos outros nomes, tais como: Photo-Solidificação, Fabricação Ótica, Fabricação de Formas Livres Ótica e Sólido Imaginário. Um dos aspectos mais sedutores da SLA é que uma peça funcional pode ser criada em menos de um dia, embora a dimensão, complexidade geométrica e altura da camada impactem nesse tempo. A maior parte das máquinas com essa tecnologia possuem um cilindro de impressão de 20” x 20” x 24”, sendo esse o volume máximo de impressão para peças feitas de uma só vez.

Protótipos feitos com a tecnologia SLA podem ser muito benéficos, uma vez que são bastante fortes para serem manuseados e podem servir como padrões para moldes de injeção, termoformagem e sopramento e também para moldes de shell. Seus produtos, pela baixa altura da camada, também contam com excelente acabamento superficial.

Por fim, embora não haja praticamente limitações de forma que se podem obter por este processo, o mesmo não é barato. A resina fotossensível custa de 300 a 800 dólares o galão (4 litros, aproximadamente).

O equipamento como um todo, custo ao redor de US$ 100.000,00 e seu canhão laser, com um uso estimado em 10.000 para ser então trocado, custa ao redor de outros US$ 15.000,00. Esta tecnologia requer ainda um piso especial, anti-vibração, para garantir a precisão do canhão laser, e estocagem segura do seu material, pois os próprios raios UV provenientes do Sol podem iniciar o processo de cura do material, deixando-o desde quebradiço, na hora de usá-lo, até mesmo inutilizando-o.

11/05/2012

Especial Tecnologias: Digital Mockup ou Protótipo Digital



A modelagem digital tem crescido de uso exponencialmente nos últimos anos, conforme a precisão e a capacidade de cálculos e simulações dos softwares CAD 3D sobem.

No passado já era possível realizar montagens de arquivos 3D em softwares CAD, contudo, assim como no papel, os softwares também não revelavam erros, como regiões com material sobreposto, análise de interferência e simulações de impacto ou contato entre partes móveis, mas isto mudou muito nos últimos anos. Diversos softwars CAD de ponta, denominados de High Range ou High End hoje são capazes de fazer estas simulações, limitando a necessidade prototipagem rápida para um segundo estágio, como experimentação física, aprovação de pessoas leigas ao manuseio de softwares CAD ou visão de desenhos em 3D nos monitores ou ainda, a realização de lotes pilotos ou peças para fundição ou moldes de silicone, onde o protótipo faz o papel de molde perdido.

Diversos formatos de arquivo são feitos hoje para distribuição pela internet do arquivo 3D, como o 3DXML, utilizando como sugere sua própria extensão, um formato de dados WEB aberto.

Este modelo, por exemplo, foi por mim desenvolvido no software CATIA V5 e salvo neste formato aberto para divugalção, que permite até mesmo movimentá-lo e aplicar zoom, colocar ou retirar textura e coloração, o chamado render, mesmo num arquivo de Word, PowerPoint ou PDF, desde que tenha em sua máquina o Player do 3DVia XML instalado. 

Você pode fazer download do player no site da desenvolvedora do Software: http://www.3ds.com/products/3dvia/3d-xml/1/ e deste modelo, tanto em 3DXML ou em STL diretamente, neste endereço, em meu DropBox: 


Para conhecer as vantágens e a forma de uso do Digital Mock-up ou Protótipo Virtual, busque na desenvolvedora do software CAD que utilize por cursos específicos.

11/02/2012

Receita pra aproveitar o feriado

Como aproveitar seu feriado? Bom, você tem um tablet ou um smartphone que rode o Kindle? Tem pra todos os sistemas operacionais, e é grátis, confira alguns links para os sistemas mais populares:

Baixou? Muito bom, agora procure pelo meu livro, ou clique na foto dele abaixo e compre-o! É barato e você se atualiza sobre este mundo fantástico da prototipagem rápida! Vale a leitura e custa baratinho! Uma pechincha!











11/01/2012

Personagens de Portal 2 recriados por Objet


Como o final de semana está batendo à porta mais cedo, pois sexta é finados, que tal já colocarmos nossa cabeça em games e distrações? Pois o pessoal da Objet, que é super criativo, publicou em seu blog um uso novo para a impressora 3D mais precisa do planeta, imprimir os personagens do jogo Portal 2!

O jogo, para quem não conhece, nasceu numa extensão sem pretensões dentro de outro game, mas foi a versão dois que o consagrou, onde um computador maluco (a Gladys, para ser exato), atrai cobaias para seus labirintos com a promessa de bolo grátis, e então o jogador se vê na pele de alguém que precisa usar de muita lógica para superar os desafios malucos e os robôs mais mortais que um laboratório já construiu.

Se você é viciado no jogo, ou no universo ao redor do jogo, como eu, onde até comerciais da Apperture fakes circulam pela internet, por que não levar os personagens como lembranças em seus bolsos?

Confira o vídeo abaixo e a matéria original no blog da Objet, neste endereço: http://blog.objet.com/2011/06/06/objet-3d-printer-used-to-recreate-portal-2-personality-spheres/?utm_source=Facebook&utm_medium=Social%2BMedia&utm_campaign=Portal



Contato

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *