Bibliografia: saber o que alguém fala é também saber de onde ele fala. Qual base? Qual literatura lhe dá bases?

Não tenho vergonha, ao contrário, tenho muita alegria em citar as obras que me permitiram chegar onde estou, e estou sempe aberto a conhecer novas obras, a aprender mais. Estes são livros fantásticos que tenho e tive a alegria, no caso dos livros brasileiros, de conhecer seus autores.

Neri Volpato, Dr. Jorge Vicente Lopes, Cristiane Ulbrich, pessoas que admiro demais, com quem aprendi demais e que um dia, espero até, ser lembrado por elas por alguma ajuda que eu possa ter dado.

Recomendo, de coração, estas obras. Lidas, entendidas, e aprovadas.