Impresso 3D Dicas e Review: M3D


A M3D foi uma paixão à primeira vista, depois de tantos anos numa vida de nômade, ou melhor, caixeiro viajante, portabilidade e simplicidade se tornaram muito importante para mim. Pode ser um trauma da época que eu ia instalar as pesadas Silicone Graphics UNIX e os IBMs Rick e seus monitores super densos, quase capazes de produzir luz própria de tão densos...

Com a M3D basta coloca-la na mochila e viajar, quando quiser, coloca-la na tomada, liga-la no USB do computador, e usá-la. É lerda, mas é tão bem feita em tantos detalhes, que vale a pena. Um software lindo, de imersão na impressora. O software é leve, sem perder nada, tem um settings avançado, e mesmo sendo uma solução proprietária, ainda admite GCode gerado por outras plataformas, como o Simplify3D, ou o MakerBot Desktop para Windows XP (versão 2.0 ou anterior).

No geral, não é uma impressora para prestação de serviços, ainda que seja extremamente barata, 249 dólares, ela não dá conta de produção por ser lerda, tirando isso, é excelente, ideal para ter em casa, já que é absolutamente silenciosa, segura para ter num ambiente com crianças, embora um conectar magnético de força fosse melhor, já que é tão leve que até meu filho de um ano consegue puxá-la pelo cabo de força.

A respeito de materiais, ela tem os cartuchos da própria M3D, que cabem embaixo da mesa de construção da peça, que você vê na foto acima, e são um pouco mais caros que os do mercado. Pode operar com ABS, PLA, Elastômeros e um material que muda de cor conforme a temperatura, chamado de Chameleon, mas a grande vantagem é que ela aceita também materiais de outras origens, sem problemas. Um alerta: ela não tem mesa aquecida, e nem é fechada, assim imprimir em ABS é difícil, mesmo peças tão pequenas como as que produz (ela tem 80x80x100 de volume de impressão), a peça tende a descolar da mesa. Uma solução é usar BuiltTank, uma película vendida na Amazon que é muito boa, e dá uma amenizada no empenamento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Converter JPG para STL grátis

5 erros a se evitar prestando serviços de impressão 3D

Tutorial sobre G-Code - parte 1