Tutorial sobre G-Code, Parte 2



Continuando nosso tutorial sobre o G-Code, sempre recordando que não sou o autor desse artigo, que recomendo muito sua leitura na íntegra no original, e que aqui apenas faço uma tradução/resumo do conteúdo original, hoje vamos ver como é a estrutura completa de um código G-Code.

Para ler a parte 1, acesse: http://www.impresso3d.com.br/2017/05/tutorial-sobre-g-code-parte-1.html

1a Fase: Inicialização:

Estas são as primeiras cinco linhas de um código G-Code real de impressora 3D, que é quase um padrão para todos os códigos e máquinas:

G90

M82

M106 S0

M140 S100

M190 S100

A primeira linha define as coordenadas para a posição absoluta. A segunda linha define o extrusor para interpretar os valores como absolutos. A terceira linha liga o ventilador, mas com velocidade 0 ainda. A quarta linha liga o aquecedor da mesa para atingir 100’C e a quinta linha manda a impressora aguardar os 100’ serem atingidos.

Na fase de inicialização a impressora nunca imprime nada, apenas para pugar material, no máximo. E esta é uma ótima forma de saber quando houve algum problema nesta fase, ou não.


2a Fase: a fase da impressão 3D:

A fase da impressão sempre será marcada por diversos movimentos em XY, para a impressão da camada, o preenchimento, velocidades, e então um movimento em Z, marcando o fim da camada atual, e o início da próxima camada. Eis como esse código se parece:

G1 X108.587 Y111.559 F525 ; controlled motion in X-Y plane

G1 X108.553 Y111.504 F525 ; controlled motion in X-Y plane

…

…

G1 Z0.345 F500 ; change layer

G1 X108.551 Y111.489 F525 ; controlled motion in X-Y plane

G1 X108.532 Y111.472 F525 ; controlled motion in X-Y plane

3a Fase: Reinício da impressora:

Finalmente, quando a impressão acabar, a impressora deverá entrar em reinício, voltar o cabeçote ao Home e a mesa na posição de espera, desligando ventiladores e aquecimento de mesa. Eis o código como se parece:

G28 ; bring the nozzle to home

M104 S0 ; turn off heaters

M140 S0 ; turn off bed

M84 ;  disable motors

Perceba os comentários no texto, como em qualquer código de programação, a linguagem G-Code também aceita comentários, sempre identificados pelo ";".

Troubleshooting

Analisar um G-Code é a melhor forma de encontrar razões para falhas de impressão 3D. Ontem mesmo, num grupo de Whatsapp Impressoras 3d Brasil, alguém relatava o problema: "Minha impressora só fez metade do arquivo, mas o status diz que a impressão foi concluída, o que pode ser?".

A melhor forma de saber a resposta? Veja no G-Code o que foi para a máquina, quantas camadas, quanto tempo, quais contornos foram. Mas, e para ver isso? Bom, o Cura e o Simplify3D têm seus próprios G-Code Viewer, mas se você estiver fora da sua máquina, recomendo esse G-Code Online Viewer, que é excelente: https://nraynaud.github.io/webgcode/



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Converter JPG para STL grátis

5 erros a se evitar prestando serviços de impressão 3D

Tutorial sobre G-Code - parte 1