Apesar da Autodesk ter se lançado anos atrás no mercado de impressão 3D, com seu protocolo open-source Spark, para impressoras de resina, ela deve ter reparado que resinas, apesar de ótimas para impressão 3D em matérias de precisão, velocidade de impressão (um MJM ou PolyJet), são caras, dificeis de se manter em casa e um tanto inseguras...

Agora saiu no Boletim da Indústria sua nova empreitada no mundo que sempre, desde o início, tem apoiado e incentivado, o da impressão 3D: a sua parceria com a MakerBot.

A MakerBot, que atualmente pertence a Stratasys, foi pioneira na impressão 3D de baixo custo, lançando sua CNC CupCake em 2008, a primeira impressora 3D do mundo abaixo dos 1000 dólares! Com o tempo, a MakerBot foi mudando seu posicionamento até chegar ao seu momento atual, líder e quase que único player no mercado de prosumer, uma máquina igualmente recomendada a iniciantes totalmente leigos e para profissionais, por contar com calibração automática, larga capacidade de configuração sem perder a interface simples e fácil de usar e aprender.

Mas como a Autodesk já sabe, ter a impressora 3D não é o bastante, uma hora, os arquivos do Thingiverse e do GrabCAD não bastam, e o proprietário vai querer fazer algo por si mesmo, e nesse momento, há a necessidade do CAD.

Através do software CAD, o usuário da impressora 3D atinge o real potencial do equipamento, podendo produzir itens personalizados, criados à medida de cada necessidade, e para assegurar esse potencial, que a Autodesk passou a liberar um ano de assinatura do seu Autodesk Inventor Fusion, para fins comerciais ou pessoais, para quem comprar uma MakerBot.

A oferta, como diz bem o Boletim da Indústria, já está disponível no Brasil e você já pode procurar pelo Henrique, na LWT Sistemas, no 11 3232-0532, para garantir a sua! Também esta a venda na Wishbox, Anacom e Benner! Procure o revendedor mais próximo...