EAD - Criatividade - Aula 4: Gestão do tempo - parte 2



Já está disponível nosso mais novo episódio sobre Palm, ou melhor, sobre o PIM. Mas você sabe o que é PIM?


PIM significa Personal Information Management, e foi um termo que se tornou famoso, ao nascer nos velhos PDA’s (Personal Data Assistent) como a Palm e Pilot, e então passou a designar os primeiros telefones, antes de serem Smart’s, que também alegavam fazer a gestão do PIM.

O núcleo desta sigla, até hoje, está atribuído à 4 programas: Calendário, Contatos, Notas e Tarefas, sendo a correta gestão de sua agenda de compromissos, das pessoas com as quais se relaciona, notas que   tenham surgido entre as duas anteriores (notas de reunião, notas sobre alguém, sobre uma empresa, sobre um produto ou até escritas diversas, feitas na rua, na hora que a dona Inspiração bate à porta), e por fim, tarefas, a gestão de artigos que devem ser feitos, sem uma data específica, exceto talvez, a final. Um exemplo de tarefa  e, digamos, trocar o óleo do carro esta semana, comprar flores para a sala, comprar lembranças  de natal, entre outras.

Muitas pessoas dizem que não têm dinheiro para fazer algo que realmente gostem, culpam a falta financeira por não serem isto ou não terem aquilo. Acho que isto é compreensível, afinal, alguns nasceram mais ricos, outros tiveram melhores oportunidades, mas o que não aceito é alguém culpar a falta de tempo, pois o dia tem 24 horas para todos os cidadãos do planeta. 

Não há na Terra ninguém com poupança de horas (e mesmo assim, muitos conseguem dever horas para a família, para os amigos, para tantas  coisas...).

A correta gestão de suas informações pessoais, como o PIM, podem tornar seu dia mais produtivo, mas isso requer disciplina, aqui algumas dicas para fazê-lo, seja no papel, ou no PDA:


  1. Pare uma vez por semana e veja os compromissos já agendados para a semana seguinte;
  2. Reveja os feitos na semana passada e quantas alterações ocorreram na sua agenda, quantos novos compromissos não esperados e quanto ficou sem fazer;
  3. Avalie se não houveram oportunidades de declinar de um trabalho, dizer um “não” para manter sua agenda e seus   compromissos;
  4. Todas as manhãs veja seus compromissos e tarefas do dia, tente conectá-los de alguma maneira, como deixar a troca de óleo para a volta daquele cliente perto do posto, ou coisas   assim;
  5. Mantenha sua agenda ou PDA com você, para não marcar compromissos em Post-It e outros meios “perdíveis”, foco em um só lugar;
  6. Se você usa um telefone celular com PIM e o Outlook, veja se os dois são compatíveis, se há algum programa de sincronismo entre eles. A maioria hoje já  tem!
  7. Mantenha um diário semanal, escrito, avaliando sua semana, suas emoções e o que deu errado. Uma vez por mês leia-o e busque  encontrar padrões que se repitam. Descubra seus motivos para manter os acertos e corrigir os  erros;

Comentários

  1. Excelente Post Emanuel!
    Sem dúvida gestão do tempo é um assunto de demanda muitas e muitas aulas, afinal o difícil não é gerenciar mas criar dentro de nós essa cultura de Programar, Anotar, Marcar e principalmente seguir o Programado!

    Queria somente deixar minha experiência com gerenciadores para Android, pois desde 2010 quando comprei meu primeiro "smartphone" android venho testando, e buscando soluções, isso se intensificou quando tive entre 2011 a 2012 a necessidade de administrar não somente meus dados, mas os da Associação Beneficente Raios do Sol (quando tornei integrante da diretoria) além das documentações também da Igreja que eu trabalho. Atualmente sou secretário de ambas, então existe um numero relativamente grande de informações que preciso gerenciar, as vezes em tempo real, do serviço, de casa, da rua, em viagem, enfim. Sem internet, como você disse temos um peso no bolso, porém muitas soluções hoje possibilitam o trabalho offline e depois o sincronismo assim que estabelecem uma conexão, eu uso muito o Evernote (Disponível para todas as plataformas, inclusive para PC) ele seria a versão PDA que você mensionou só que para multi dispositivos. Você pode escrever com o teclado, rabiscar com a mão, adicionar, foto, vídeo, documento e o mais interessante gerar apresentações disso e até compartilhar com algum contato seu para trabalho simultâneo.

    E é claro, os app Cloud Computing são sem dúvida a grande sacada, mas pelo Smartphone sem conexão poucos dão disponibilidade de utilizar os documentos off (até porque você precisará de espaço no seu Smartphone). Mas o que tem me surpreendido nos últimos anos é o GoogleNow, um assistente nativo do Android e que chega a cruzar informações de vários app para por exemplo em uma marcação na agenda de uma consulta (com o endereço) ele lhe avisar a hora que deve sair para não se atrasar, já traçando a melhor rota pelo Google Maps, além de muitas outras brilhantes sacadas que a Gigante Google já preparou e as que estão no forno. Infelizmente deixa o usuário engessado a usar seus aplicativos para permitir maior compartilhamento de informações, mas se isso é para ajudar creio que vale a pena investir e aguardar os próximos lançamentos.

    Grande Abraço

    ResponderExcluir
  2. Saulo, obrigado demais por compartilhar e pelo comentário. São ações assim que me motivam a continuar com o curso. Acho que a parte muito teórica passou, e agora vem a parte divertida do resto do curso! Obrigado mesmo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por sua participação! Ela é combustível para o Blog!

Postagens mais visitadas deste blog

Converter JPG para STL grátis

5 erros a se evitar prestando serviços de impressão 3D

Tutorial sobre G-Code - parte 1