Dispositivos Impressos - Inventário Digital

Nosso workshop de otimização topológica para dispositivos impressos não poderia ter sido mais surpreendente, até mesmo para mim, que desenhei e otimizei o dispositivo.

Ao observar as imagens ao lado, vemos o quanto um dispositivo pode ser aliviado de carga, massa, e resistir aos mesmos ou mais esforços que a usinagem em geral. Mas claro, vá a um centro d usinagem e peça para alguém usinar as peças ao lado, e prepare-se para receber uma vassourada na cabeça.

A impressão 3D dá uma liberdade única para geometrias, capaz de produzir as peças mais simples com um design incrível, com uma funcionalidade única e essa nem sequer é a única vantagem.

A impressão 3D abre as portas para o conceito de Inventário Digital, um conceito que já abordei aqui no blog várias e várias vezes, e vou falar o tempo que for preciso para a indústria brasileira dar esse passo. São três as vantagens principais do inventário digital:

1) Não requer cotações externas. Você sabe, o processo de cotar um dispositivo usinado externo leva no mínimo três cotações, que leva a três reuniões, com três fornecedores diferentes. O que você gosta mais e o que ganha em compras quase nunca são os mesmos, ai vem mais uma reunião para aparar arestas e arredondar o dispositivo e finalmente, uma ou duas semanas depois da compra, e três ou quatro semanas depois do início, se obtém um dispositivo que às vezes funciona na primeira vez. Com a impressão 3D não há necessidade de nada disso. Crie um paralelepípedo, subtraia sua peça desse paralelepípedo e então imprima a forma resultando, ela já é o dispositivo.

2) Não requer estoque de dispositivos fora de uso. As peças impressão são feitas da noite para o dia, tornando fácil a produção, e claro, a reprodução dos dispositivos. O que libera espaço da fábrica de dispositivos que podem voltar a ser úteis um dia, mas que não há uma previsão certa de quando. Mais espaço na fábrica representa duas coisas: mais espaço produtivo e menor espaço de materiais imobilizados, com ativos, patrominiados e em depreciação, logo, mais dinheiro no bolso.

3) O inventário digital é atemporal, você pode estocar um dispositivo inteiro e complexo num pendrive e produzí-lo amanhã, daqui um mês ou daqui 100 anos. A precisão e a repetibilidade da impressora garantem que sempre será produzido o mesmo dispositivo.

Para ver um caso de sucesso, veja o vídeo da Opel:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Converter JPG para STL grátis

5 erros a se evitar prestando serviços de impressão 3D

Tutorial sobre G-Code - parte 1