Palestra na FATEC ZL hoje


É hoje a nossa palestra na FATEC da Zona Leste! Nossa chance de discutir o que é impressão 3D, quais os rumos da tecnologia e quais suas aplicações. Será que ela roubará o lugar das injetoras? Ou acelerará o processo de injeção, agregando custos mais baixos? Venha conferir!

Gostaria de aproveitar para pontuar algumas diferenças entre os plásticos de impressão 3D e os plásticos injetados, e para isso uma observação, a comparação para ser realmente abrangente, deveria cobrir os plásticos de todas as formas de impressoras 3D, mas vamos nos focar nas formas mais populares de impressão 3D, a impressora de filamentos, FDM - Fused Deposition Modeling, ou FOSS, Free open-source system, PJP - Plastic Jet Printing (não faltam nomes).

A principal diferença avaliando uma peça impressa e uma peça injetada, logo de cara, é a estrutra da peça, peça injetadas são isotrópicas, possuem a mesma resistência mecânica em qualquer ângulo que a força atue. Peça impressas, devido a processo de deposição em camadas, já não são isotrópicas, elas possuem 90% da resistência da peça injeta, se a força ocorrer no sentido das camadas (imaginem que um gancho, para levantar carga, impresso deitado sobre a mesa da impressora, onde todo o contorno do gancho é desenhado sobre a mesa, e depois preenchido.

Se a força ocorrer perpendicular ao modelo, nesse caso a resistência mecânica será de apenas de 70% do modelo. Da mesma forma, se a força for de compressão, e for perpendicular aos layers da peça, ainda assim a resistência mecânica será apenas de 80% da peça injetada.

Mas a impressão 3D também tem vantagens sobre o processo de inejeção, logo de cara, peças para baixa tiragem e demanda, não requerem molde para serem injetadas, pode-se fazer impressa uma a uma, e ainda assim será mais barato que tentar amortizar um pesado e caro molde em um grupo de poucas centenas de peças.

Peças injetadas também não precisam se preocupar com chupagem, união fria, falta de preenchimento e paredes mínimas, ou ainda ângulos negativos, pois a liberdade de geometria é muito maior para impressão 3D'principalmente se sua impressora tiver o recurso de suporte solúvel. Nesse caso, a liberdade é ainda maior.

Obrigado especial ao Francoleno Avelino dos Santos, por viabilizar estas palestras e nossos encontros! Igualmente ao Prof° e Mestre Lucio, coordenador do curso de plásticos, e à LWT Sistemas, por propiciar o profissional, a impressora e o tempo!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Converter JPG para STL grátis

5 erros a se evitar prestando serviços de impressão 3D

Tutorial sobre G-Code - parte 1