Manufatura Aditiva: Opel


Ontem falamos do potencial de crescimento das impressoras 3D no Brasil, com as aplicações de Manufatura Aditiva ou Inventário Digital, e para exemplificar, um dos mais importantes cases dos últimos tempo, é a aplicação da Opel na Europa, Alemanha, onde eles atingiram enconomias na casa de milhões de Euros, apenas por utilização de dispositivos impressos para auxiliar na linha de montagem do veículo Adams.

Esses dispositivos são mais rápidos de serem produzidos, pois são desenvolvidos impressos, do dia para a noite. Não requerem que sejam estocados entre usos, eles podem ser impressos, igualmente hoje, ou ha daqui dez, vinte anos. Não requerem processos de compra de fornecedores terceiros, sabem aquele lance de três orçamentos, escolher um ganhador, ter a reunião com o fornecedor, esperar ser fabricado, patrimoniado, imobilizado, depressiado, lançado em balanço contábil da empresa. Nada disso.

Como o desenvolvimento desses dispositivos são feitos internamente, cada operador pode dar sugestões de como o mesmo poderia ser alterado, para ser mais fácil de ser usado, mais rápido, causar menos ameaça de dano à pintura e coisas assim, não apenas o operador fica mais confortável, como também ele se sente envolvido no processo de fabricação, e participa mais ativamente do processo de desenvolvimento.

Por fim, como esses dispositivos podem ser impressos parcialmente ocos, para serem mais rápidos e mais baratos de serem impressos, eles também se tornam leves, até 1kg mais leve, e o resultado é uma redução de até 99% do afastamento por lesão por esforço repetitivo.

E você? O que está esperando para ter impressoras 3D na sua linha de produção? Contacte a LWT Sistemas para saber mais sobre a solução! Caso o vídeo não apareça embedado, clique no link à seguir: https://www.youtube.com/watch?v=ieFxAKrVCf8


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Converter JPG para STL grátis

5 erros a se evitar prestando serviços de impressão 3D

Tutorial sobre G-Code - parte 1