Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Saimos no Universo da Moda - Com Max Fivelinha

Imagem
E nosso trabalho com Pedro Lorenço, o famoso estilista que abriu a São Paulo Fashion Week de 2014 com obras impressas em 3D, agora rendeu mais um fruto, com uma matéria no Mega TV, abordando justamente o crescimento do uso de impressoras 3D no mundo da moda.

Para conferir a reportagem, clique no player abaixo, ou acesse o link: https://www.youtube.com/watch?v=1gw3lwZMj4U


Piadinha

Imagem

Golfinho entrega mão biônica

Imagem
Depois do Kaká e o Robert Downey Jr. entregarem uma mão biônica, agora é uma vez de um golfinho fazer as vezes de entregador. As escolhas aparentemente bizarras e aleatórias são para provar um ponto: produzir próteses com impressoras 3D é tão trivial, e tão barato, que para criar um diferencial efetivo, é preciso caprichar na entrega.

Felizmente no mercado da saúde, não importa quem curava antes, o que importa, a cada dia, é que preços caiam e que sejam mais acessíveis. E as impressoras estão produzindo isso. Salientando que a Stratasys ainda tem o ABS-ISO e o policarbonato PC-ISO, que são materiais que podem ser esterilizados, são hipoalergênicos e não propagam o crescimento de bactérias, podem ser utilizada até mesmo diretamente sobre a pele humana por até 30 dias, garantidos.

Para ver o vídeo, clique no player abaixo, ou no link anexo: https://www.youtube.com/watch?v=guFBbs-gn74


MakerBot Mini produzindo Minions

Imagem
Quem se lembra do primeiro Smartphone? Aquele divisor de águas entre o SMS e o email? Para alguns, foi uma evolução natural dos PDA's (quem lembra da Palm e do Windows CE?). Para outros tardou mais. E começaram com aparelhos menores, mais baratos, com menor investimento e menor risco.

Dos Smartphones pequenos, muitos evoluíram, passaram para os top de linhas, outros fizeram disso um negócio, criando aplicativos, programando, vendendo consultorias sobre tema. Outros fizeram deles, ferramentas, email, agenda, contatos, GPS (santo GPS). De uma forma ou de outra, com exceção de desafio, aposta ou desejo de se desconectar, quem passou para o Smartphone, não volta para o telefone básico. Não facilmente.

A impressora 3D começa sua jornada em meio ao mercado de consumo. Ainda pressionada por ser importada na maioria das vezes, e com dólar como está. Não muito diferente de 2008, a crise mundial que explodia ao lado do lançamento, em 2007, do iPhone primeiro. E como aquele aparelho, hoje m…