Impressoras 3D para fundição

Antigamente as aplicações de uma impressora 3D eram bastante restritas a apenas protótipos, originando então o termo prototipagem rápida, que hoje em dia foi substituída por manufatura aditiva. Os materiais que se utilizam hoje, e a gama de termoplásticos utilizados por essas impressoras torna o uso das impressoras muito mais abrangentes.

A Danko Arlington é uma empresa de fundição em areia situada em  Baltimore, Maryland. A Danko comprou um Sistema de Produção Fortus 900mc 3D da Stratasys a três anos atrás para auxiliar no processos que até então eram feitos à moda antiga.

Desde então, o entendimento da Danko sobre Fused Deposition Modeling ( FDM ) se tornou muito claro e óbvio sobre a tecnologia, ela poderia substituir totalmente os métodos tradicionais e aumentar a produtividade criando padrões de peças para fundição em termoplástico.

Exatamente, eles substituíram completamente o método antigo de fundição com as seguintes vantagens:

1- Possibilidade de criação rápida de diversos designs das peças.
2- Precisão.
3- Possibilidade de incorporar raios variáveis, chavetas, pinos e folgas.
4- Processo semi-automatizado.
5- Menos programação e configuração de máquinas.
6- Facilidade de modificação do projeto CAD para nova impressão.
7- Confiabilidade.

Além disso, eles utilizam as peças impressas para marketing e vendas.

Confira no vídeo:


Fonte: Blog Stratasys

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Converter JPG para STL grátis

5 erros a se evitar prestando serviços de impressão 3D

Tutorial sobre G-Code - parte 1