Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Editorial, meu primeiro contato com impressoras 3D

Imagem
De 1998 a 2000 eu trabalhei numa empresa de tratores florestais, para colheita de eucaliptos, para, basicamente, a indústria de celulose. Mas o trabalho no escritório era estenuante e rapidamente eu me vi distante da minha formação na FATEC-SP como tecnólogo em projetos mecânicos, visto que tudo que eu fazia no escritório eram bancos de dados em ACCESS, algumas automações em VisualBasic (o 6.0 ainda!) e, quando a empresa foi adquirida pela John Deere, fiz todo o treinamento no software de ERP chamado BAAN. E nunca mais tive um final de semana livre.

A migração e o processo de suporte, por um ano, me fez trancar a faculdade e esquecer o que era vida pessoal. Mas o mais incômodo na época, era que me sentia mais uma engrenagem no processo que o motor, diferente de quando eu desenvolvia os bancos em ACCESS, ser uma peça na implantação do BAAN era regrado, chato e demorado. Fui buscar outro emprego então e encontrei, num anúncio de jornal a vaga na Sisgraph, sem descrição da função, e lá…

Já pensou em ganhar uma impressora 3D?

Imagem
A Designoteca é uma plataforma de colaboração é uma plataforma online que conecta criadores e seus designs CAD a pessoas e empresas com máquinas de fabricação digital (Fab Houses e Fab Labs).
Com estes dizeres um dos sites mais interessantes que encontrei recentemente se define, uma plataforma de colaboração para alavancar, promover e a colaborar com o design e a impressão 3D. De criação de Henrique Monnerat e Heraldo Almeida, com colaboração de João Rocha, a empresa que hoje está ainda na encubadora de empresas COPPE/UFRJ, o serviço é novo, mas já entra com uma proposta agressiva para se posicionar no mercado, premiar com uma impressora 3D designs voltados para essa plataforma.
Tudo se dá em parceria com a Cliever Tecnologia, que premiará com uma máquina o design que for melhor votado por um corpo julgador. Bascar criar quantos arquivos .STL que você quiser e enviar para o portal deles, onde até um domínio personalizado para você, pode-se criar.
A competição iniciou em 25 de setemb…

Prototipagem Rápida - definições e processo

Imagem
A prototipagem Rápida oferece um meio mais rápido e econômico de geração de modelos, reduzindo, desta forma, o ciclo global de desenvolvimento de produtos. A PR também assegura repetitividade da obtenção do modelo e precisão dimensional para experimental prática da peça obtida.

Ao contrário dos processos por extração de material de blocos, que comumente utilizam pequenos centros de usinagem com CNC (Controle Numérico Computadorizado), a PR permite obter modelos com cavidades internas, ocos e até mesmo peças articuladas.

A Wikipédia  define a Prototipagem Rápida, academicamente falando, como a construção de um objeto físico através de processos aditivos. A primeira técnica de prototipagem rápida a tornar-se disponível data de 1980 e foi usada para obtenção de peças modelos e protótipos.

A definição através de “processos aditivos” é importante para ressaltar que obter uma peça protótipo através de usinagem, como centros de CNC (Comando Numérico Computadorizado) ou a escultura da peça …

Fast Fashion - Impressora 3D na moda

Imagem
Já falamos sobre como as impressoras 3D têm ajudado a moda, mas todo um novo conceito vem sendo desenvolvido por impressoras 3D neste mercado, o chamado FastFashion, onde o design criativo pode materializar suas idéias praticamente na hora.

Uma aplicação desta tecnologia foi feita em 10 de fevereiro, no evento Asher Levine's Fall2012, in Nova York, onde os óculos que estrapolam os grandes aros Geeks do momento foram feitos no evento, durante o show!

O famoso site Technobuffalo realizou uma entrevista com um dos criadores da MakerBot em pleno evento, que você pode conferir abaixo (em inglês):


Tablet Surface da Microsoft, impresso em 3D

Imagem
Recentemente, para provar a resistência do novo brinquedo da Microsoft, o Tablet Surface, o presidente da divisão do equipamento resolveu utilizá-lo como... uma prancha de skate! Na matéria, originalmente publicada pela revista Wired (http://www.wired.com/gadgetlab/2012/10/surface-skateboard/), Steve Sinofsky decidiu provar que seu produto está longe do ordinário.

Com suas 10,6" o tablet era grande o bastante para meramente os pés do presidente da divisão, mas foi o bastante para convencer o mundo, ao postar as fotos em seu twitter pessoal, de que o aparelho aguenta o tranco. O tablet que já tem sua versão de menor capacidade esgotado, com espera de até 2 meses, antes mesmo de chegar ao grande mercado, pode parecer ter sua resistência extrema como obra do acaso, mas cada detalhe do projeto foi pensado para que ele fosse resistente à tombos, falha da qual sofrem seus concorrentes com Android ou iOS, e para assegurar esta resistência, o aparelho não foi apenas largamente testado, …

Prototipagem Rápida e Prototipagem... Lenta?

Imagem
A prototipagem convencional está corretamente associada à arte. Cada modelo realizado tem sua qualidade diretamente derivada da qualidade do modelador, um artista, como da mesma forma, é muito difícil obter duas reproduções idênticas, ainda que esta tenha sido a técnica realizada por anos e ainda é praticada não só no Brasil, mas no mundo. Com o advento da Prototipagem Rápida, este processo também passou a ser conhecido como Prototipagem Lenta.

A principal vantagem deste método está no baixo custo em implementos, não há máquina envolvida, o trabalho não está sujeito à precisão de um software, justamente por ser totalmente artesanal. Outras vantagens são: a liberdade completa de formas e complexidade geométricas, enfim, liberdade para a criação.

Os materiais possíveis para a prototipagem convencional são: argila (chamada de Clay neste meio), Isopor, madeira e todos os materiais passíveis de serem modelados ou esculpidos.

Suas principais desvantagens, como já citado, são: demanda seman…

Impressora 3D & Aplicativos móveis Android

Imagem
Se as impressoras 3D estão na moda, então manuseá-las através de smartphones é a hipe dos hipsters! Existem diversos aplicativos para Android e iOS que permitem desde visualizar arquivos STL até controlar a impressora 3D via Bluetooth, abaixo, relaciono alguns destes aplicativos excelentes:

Este aplicativo permite através de uma conexão bluetooth acessar o painel de controle da impressora e controlar a temperatura de deposição, velocidade de deposição e movimentação. Embora desenvolvido para Impressoras FOSS RepRap, este software também pode funcionar com MakerBok Cupcake, se a mesma tiver bluetooth implementado pelo usuário.

Para fazer download: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.hermit.btreprap.free&feature=search_result

Que a MakerBot mantém o ThingVerse, já tratamos aqui, um imenso repositório de modelos 3D em STL para impressão, desde acessórios e utilidades domésticas, como pinduradores de toalhas/panelas/talheres até miniaturas de D&D e tudo que existem n…

Impressoras 3D e a Moda

Imagem
Se as impressoras 3D vêem provando sua utilidade através da indústria automotiva/mecânica desde o início das eras, como falei em meu primeiro texto, outra indústria extremamente dinâmica que vem se beneficiando das impressoras 3D é a indústria da moda e de calçados.

Realizar construções dinâmicas dos sonhos mais loucos dos designers mais arrojados e validar a "construbilidade" dos objetos, já colocá-los na passarela imediatamente e testar a reação de potenciais compradores é algo sensacional. Encontrar depoimentos destes designers, tratando a impressora como uma de suas mais novas fundamental ferramenta é incrível, mas realmente fantástico é ver o que eles estão fazendo com estas máquinas.

O Bikini N12 é a primeira peça de vestuário pronta para usar a ser criada em uma destas máquinas, totalmente articulada. Todos seus componentes, incluindo o fecho, são feitos na impressora 3D e impressos de uma só vez, sem montagem sem custura alguma!

N12 é o nome do material que foi util…

Afinal, como funciona uma impressora 3D?

Imagem
O jornal Estado de São Paulo publicou no dia 8 de outubro um fantástico infográfico sobre como funciona a Impressora 3D, quem puder conferir, recomendo intensamente: http://blogs.estadao.com.br/link/como-funciona-a-impressao-3d/
Basicamente, assim como no papel você deve eleger a posição de impressão entre retrato ou paisagem, a relação entre a impressão do texto e a posição do papel, na impressão 3D, com o advento da terceira dimensão, novos ângulos de impressão são criados. 
Um processo de impressão 3D inicia-se através de um arquivo STL 3D, que deve ser posicionado na plataforma de impressão, na posição que se deseja imprimir. Uma vez que a impressão é realizada através da deposição de camadas, a posição de impressão impacta diretamente na resistência e aparência da peça.
Peças cilíndricas, por exemplo, ficam com melhor acabamento se realizadas "em pé", isto é, o cilindo posicionado como se fosse uma coluna, sobre a base de impressão. Porém, apesar do melhor acabamento da…

Impressora FOSS, um dia você tera uma

Imagem
Meu artigo, publicado originalmente no blog: http://sejalivre.org/impressora-3d-foss-um-dia-voce-vai-ter-uma/



Na minha última coluna, eu falei sobre o FOSS, ou Free Open Source System. Um FOSS é a transposição da filosofia hacker, do mundo virtual e de programas, para criar entidades físicas, equipamentos e sistemas com filosofias abertas. Mas qual a aplicação prática, real, desta filosofia.

Muito embora já tenhamos controladores e circuitos para automação de tarefas, como o Arduíno que atendem aos requisitos de serem Open-Source e acessíveis, creio que uma das aplicações mais fantásticas do passado seja através das impressoras 3D, mas antes de tudo, você sabe o que é uma impressora 3D?

Uma impressora 3D é, como o próprio nome diz, uma impressora capaz de reproduzir objetos físicos 3D à partir de qualquer modelagem realizada em softwares CAD (Computer Aided Drawing, ou Desenho Auxiliado por Computador – há ainda o uso de Design para a letra D, que significa Projeto em português, e tam…

Hackerspace & FOSS

Imagem
O processo de desconstrução de softwares, desenvolvimento de programas em códigos abertos, para que a mesma sociedade que se beneficia deles possa melhorá-los e diversas outras ações sobre programas e programação são atribuídas aos hackers. Diferente do que o imaginário e vários filmes dos anos 90 nos fizeram acreditar, hacker não é “do mal”, não é bandido. O hacker apenas defende a liberdade de alteração e motivado por uma curiosidade infinita, acessa os códigos, modifica, melhora e distribui o conhecimento, na melhor prática daquilo que o ET Bilú pediu, “busquem conhecimento”.

Mas por vezes, o mundo virtual parece demasiado distante da praticidade do dia a dia, e aquela sensação de querer fazer algo à mais impulsiona os hackers em outra direção. A de modificar também objetos e equipamentos. Não dá para dizer que isso é um processo novo, o homem desde as caldeiras de vapor pegam uma criação, desmontam, compreendem e aperfeiçoam, num processo batizado de Engenharia Reversa ou em ingl…

Prototipagem Rápida, a tecnologia que faltava

Imagem
O que isto tem a ver com automóveis? Muito simples, isto reflete uma realidade brasileira que passou e finalmente começa a voltar. Após os anos 80 ocorreu uma estagnação industrial, para em 90 tudo ficar mais “collorido”. De lá para cá, o país abandonou “as carroças”, melhorou o nível de vida, deixamos o “patinho feio” para trás em busca de novos computadores, menores, mais rápidos, enfim, melhoramos a qualidade de nossos bens de consumo. Mas isto teve um preço, as empresas encolheram seus departamentos de engenharia, as empresas nacionais fecharam, e o marido ideal para sua filha passou a ser um jogador de futebol!

Mas agora, após quase vinte anos de pura reprodução do que era criado lá fora, as empresas estão voltando a ter desenvolvimento próprio. Nós podemos ver isto muito claro na área automobilística, com o Gol da Volkswagen, com o Celta e,  indo além, com o carro conceito vencedor da feira de automóveis de Detroit, nos Estados Unidos, o Sabiá, um misto de utilitário e esporte,…